Arquibancada Retrátil do SESC Santo Amaro

A convite do SESC e do arquiteto Edson Elito, do escritório Elito Arquitetos, responsável pleno projeto arquitetônico do SESC Santo Amaro, em São Paulo a LAO Engenharia & Design desenvolveu e forneceu as arquibancadas para o ginásio desta unidade.


Por tratar-se de um espaço multiuso, ou seja, capaz de receber eventos de diversas naturezas (culturais, sociais e esportivas), com grande variação na quantidade e variedade de público, além da otimização de espaço para a prática esportiva de seu público no dia a dia, optou-se pelo sistema de Arquibancadas Retráteis.

Vista Geral da quadra

Ideal para este tipo de situação, ela foi projetada de forma customizada com elementos de acabamento que harmonizassem com a estética do local.

Arquibancada Aberta

Arquibancada Fechada (recolhida)

 

 

 

 

 

 

 

Plataformas em deques de madeira tropical (Cumaru), assentos de polietileno na cor preta, estrutura e fechamentos metálicos na cor cinza grafite proporcionam elegância e sofisticação ao equipamento, com praticidade de limpeza e manutenção.

Ainda como componentes de segurança, comunicação e acessibilidade foram desenvolvidos:

- Fechamentos laterais que impedem o acesso do usuário, curioso ou inadvertido, às estruturas móveis abaixo dos assentos e pisos;

Detalhe do Fechamento Lateral

- Iluminação indireta nos degraus da escada através de LEDs, que evitam ofuscamendo da vista ao usuário;

- Numeração de assentos e fileiras para encaminhamento e posicionamento do público.

Detalhe dos degraus da escada e numerações

- Guarda corpos laterais removíveis, evitando quedas dos espectadores e flexibilização de capacidade de lotação;

Detalhe dos Guarda Corpos Removíveis

- Assentos adequados a pessoas com cadeira de rodas e obesos;

Detalhe Assento para Cadeira de Rodas

Detalhe Assento Lombar e Obeso

 

Assista ao vídeo que mostra a operação de fechamento desta arquibancada, e veja como é prático e rápido.

Arquibancadas Retráteis HSBC Arena

Palco da despedida da jogadora Fofão neste domingo passado pela Superliga Feminina de Vôlei, a Arena HSBC foi construída em 2007 para os jogos Panamericanos do Rio de Janeiro e vêm sendo utilizado desde então em eventos culturais e esportivos, como Criança Esperança, UFC, Plácido Domingo, NBA, entre outros.

Por conta disto, a Arena HSBC tornou-se referência no Rio de Janeiro de um espaço multiuso destinado a eventos de diversos portes de público, e uma uma das ferramentas importantes que proporciona esta flexibilidade é a Arquibancada Retrátil.

Desenvolvida pela LAO Engenharia & Design e fabricada no Brasil, as arquibancadas retráteis são constituídas por pórticos metálicos interligados por guias e montados sobre rodas que permitem seu fácil deslocamento. Quando totalmente fechadas, estas estruturas se encaixam de forma a transformar-se num bloco único desocupando a maior parte do espaço anteriormente ocupado.

 

Por outro lado, cada pórtico é montado engatado ao seguinte fazendo com que a operação da abertura dos lances se assemelhe a de um gaveteiro, onde após a primeira gaveta inferior (primeiro lance) terminar totalmente de abrir, ela iniciará a abertura da segunda e assim por diante.

Vantagens:

  • Desocupa a maior parte da área do evento após o uso: permanece recolhida no ginásio, encostada á parede ou até mesmo embutida em um nicho);
  • Se adequa a quantidade de público: pode-se abrir somente a quantidade de fileiras necessárias para acomodação do público;
  • Se adequa ao tipo de evento: há a possibilidade de criação de lay-outs diversos a partir do deslocamento e arranjo dos módulos.

 

LAO na REATECH 2015

 

Seguindo nossa missão de contribuir para o desenvolvimento humano através de iniciativas de lazer, recreação e esporte, a LAO Engenharia & Design vêm desenvolvendo ao longo dos últimos 5 anos pesquisas de produtos com design universal, ou seja, para todos.
Nosso objetivo é promover acessibilidade, valorizando a diversidade da cultura e humanidade, respeitando e integrando as diferentes origens de ordem étnica, religiosa, econômica ou geográfica.

Desde então estamos envolvidos em projetos sociais, como o Anna Laura Parque para Todos, que além de nos darem grande prazer em participar, nos acrescentam importantes experiências de vida e conhecimento para melhoria de nossos produtos.

Como reconhecimento deste trabalho, fomos convidados pela Secretaria da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida do Município de São Paulo para participar da REATECH – Feira Internacional de Tecnologias em Reabilitação, Inclusão e Acessibilidade.

Para o estande propusemos os Painéis Xilofone, Ábaco e Pictograma, além da Bancada de Atividades Ciça

Painéis Ábaco, Pictograma e Xilofone.

Bancada de Atividades Ciça

 

 

 

 

 

 

 

 

Painel Xilofone

PAINEL XILOFONE

Objetivo
O Painel Xilofone tem como objetivo trabalhar o ritmo e a sonoridade, a estimulação auditiva, alcance, preensão, movimento MMSS (Movimentos Membros Superiores).

Descrição do equipamento
O equipamento é composto por 01 (um) painel com diversos tubos de alumínio de diferentes comprimentos pendurados e que emitem som em diversas notas musicais.
Ele é pintado em cores com grande contraste para facilitar a visualização de pessoas com baixa visão.

Como funciona
A brincadeira é sensorial, experimentar o som, sentir o som e socializar.
A criança também pode acessar o brinquedo em sua cadeira de rodas.
Elas utilizam a mão, bastão de madeira, galho de árvore, pulseira, qualquer material que esteja a mão e descobre que cada um proporciona distintos sons.

Painel Ábaco

PAINEL ABACO

Objetivo
Trata-se de um equipamento tem o objetivo de estimular a função visual, a atenção, a percepção do espaço, os movimentos e desenvolvimento da coordenação motora.

Descrição do equipamento
O equipamento é composto por 01 (um) painel duas janelas que contém uma barra com curvas sinuosas projetadas para fora do plano da placa com esferas de madeira que correm por ela.
Ele é pintado em cores com grande contraste para facilitar a visualização de pessoas com baixa visão.

Como funciona
A brincadeira é mexer nas bolinhas de diversas formas, empurrando, girando, enfileirando, como a imaginação fluir.
A criança também pode acessar o brinquedo em sua cadeira de rodas.

Bancada de Atividades Ciça

Objetivo

BANCADA DE ATIVIDADES CIÇA

Este equipamento desenvolve o trabalho de estimulação tátil e vivências sensoriais motoras manuais, favorece a linha média de MMSS (movimento de Membros Superiores), a vivência da postura ortostática.
Também promove a interação com outras crianças, o compartilhar, o fazer de conta, a criatividade, o pegar e soltar.

Descrição do equipamento
O equipamento é composto por 01 (uma) bancada com duas bacias que podem ser preenchidas com areia, pedras, lascas de madeira, terra, água, argila, qualquer e todo tipo de material atóxico.

Como funciona
A brincadeira é mexer com os elementos das bacias, descobrir possibilidades de manuseio, sentir a diferença de textura, de peso, de cheiro.
A criança também pode acessar o brinquedo em sua cadeira de rodas.

 

Painel Comunicativo Pictograma PCS

Objetivo
Trata-se de um equipamento projetado para inclusão de crianças com até alto comprometimento motor.
Este equipamento favorece a comunicação através de símbolos/figuras, a contação de acontecimentos e a escolha dos brinquedos do parque.

Descrição do equipamento
O equipamento é composto por 01 (um) painel com 16 cubos giratórios, com imagens fixadas em cada uma das faces destes cubos, totalizando 64 imagens.
Este brinquedo é baseado na comunicação não verbal, utilizando o sistema PCS.
Ele é pintado em cores com grande contraste para facilitar a visualização de pessoas com baixa visão.

Como funciona
A brincadeira é comunicar, socializar.
A criança também pode acessar o brinquedo em sua cadeira de rodas.
Elas formam frases utilizando os cubos com imagens, que estão dispostos de forma que as colunas formam a estrutura de uma frase: sujeito, verbo, substantivo, adjetivo.